A importância de assumir de uma vez por todas seu papel no mundo

083ebe9cf74ca2f8a03d2ed3701d496d

Olá!

Faz um tempo considerável que não abordo por aqui absolutamente nada sobre minha vida de jovem advogada, pra falar a verdade, eu estou precisando mesmo é de criar um cronograma pra poder subdividir melhor os temas por aqui expostos, pra poder organizar de vez  a alternância dos conteúdos. Boa ideia! Vou fazer  um planejamento e se der certo conto tudo pra vocês!

Enfim…

Quero compartilhar uma situação que me fez repensar a cerca do nosso papel no mundo, essencialmente no tocante à semeadura. Sim, semeadura, foi exatamente isto que disse mesmo! Você não leu errado.

Calminha, logo irá entender o que estou querendo dizer.

Creio que todo mundo aí tem certeza absoluta de que advogados trabalham essencialmente por meio daquilo que estudam, opiniões que formam, argumentos que constroem e materializam em forma de textos (peças) ou os utilizam oralmente mesmo, dependendo de cada ato a ser praticado judicial ou extrajudicialmente, sempre a fim de resolver o problema do cliente, cumprindo a lei e mais importante a justiça.

Muitas vezes compartilhar aquilo que é produto de nosso esforço intelectural é tarefa difícil para alguns, mas tenho aprendido que o bacana é exatamente isto, servir, compartilhar, cooperar, ajudar!

Dia desses uma colega advogada comentou num grupo de whatsapp de jovens advogados aqui da minha cidade, contando que o advogado da parte contrária que é de outra cidade, havia entrado em contato com ela, solicitando cópia da petição inicial (que nada mais é do que a primeira peça do processo, o primeiro escrito direcionado ao juiz solicitando que declare o direito que o cliente considera possuir, pedido que inicia o processo, digamos assim, só pra vocês entenderem em que consiste a petição inicial), e ela foi logo dizendo que era muita cara de pau, e tudo mais. Respeito muito a coragem do colega em pedir esse favor, tendo em vista serem opositores naquela ação, e também a opinião da doutora, mas sinceramente, se fosse comigo, não ficaria tão impressionada, pois de toda forma é direito do réu ter acesso a petição inicial para que possa se defender, e teria de qualquer forma, creio que ao solicitar a cópia à advogada o outro colega queria apenas simplificar, pra não ter de se deslocar ou pagar diligência o que seria com certeza o mais correto, porém, por mim seria absolutamente tranquilo enviar a cópia, e não deixa de ser uma forma de coleguismo.

Outra situação que me fez repensar acerca daquilo que semeamos, foi o pedido de uma outra colega também no grupo, referente a modelo de petição, sobre determinada ação, coisa que pra muitos é absolutamente proibido, uma espécie de ciume intelectual. Também nesta situação me posiciono de forma a dividir aquilo que já aprendi, pois creio que nem todos tem a mesma capacidade e habilidade, estas características são aperfeiçoadas com o tempo, por isso considero bacana compartilhar, se é um modelo de petição, que problema há? Isso pode ajudar muito e servir de ponto de partida para o outro.

Uma coisa que aprendi com Dr Társis um Juiz Federal com quem fiz meu estágio durante a faculdade, que se você puder somar na vida do outro, não precisa ser egoísta ou ciumento com relação ao seu conhecimento, pois compartilhar é preciso, e aquilo que você divide agrega ao outro, o auxiliar, e te torna um semeador pronto pra espalhar outras descobertas e aprendizados.

Sem falar que é uma oportunidade de semear coisas boas, plantar amizades, pois é sempre bom ser ajudado quando se necessita, não é verdade?

A mensagem de hoje é esta! Vamos semear coisas boas! Vamos plantar sorrisos, cooperação, compreensão, solidariedade, proatividade, enfim… Isto que tenho assimilado a cada dia, isto que Deus e a advocacia tem desenvolvido e treinado em mim, cada vez mais.

f6003624e18a6aa3e29ec9838b58ccda

Assuma seu papel no mundo, semeie coisas boas! Colhemos exatamente o que semeamos!

Deixe nos comentários a sua opinião sobre o assunto! Vamos conversar a respeito?

Gostou do blog? O siga agora mesmo e curta a  Fanpage  no Facebook e fique por dentro das novidades do blog.

Minhas redes sociais caso queira me conhecer melhor:

twitter: @isa_cas
Instagram: @isa_cas2
Snapchat: isabella-chryst

Um beijo e um abraço ❤

Anúncios

7 comentários sobre “A importância de assumir de uma vez por todas seu papel no mundo

  1. marcelogama disse:

    Oi Isabella, eu concordo e admiro o que vc escreveu. Sempre digo que nossa sociedade aprendeu mal vendo futebol demais a se comportar como se tudo fosse uma questao de “torcer para o meu time” ou ser contra ele. A vida nao é esse tipo de competicao, advogados podem trabalhar juntos pela justica como um valor maior, acima dos interesses das partes que defendem aumentando, por exemplo, as chances de se entrar em acordo, evitando longas brigas judiciárias. Acho que é de advogados humanos assim que a sociedade precisa pra comecar a entender o significado da palavra “comunidade”.

    Curtido por 1 pessoa

    • Isabella Cas disse:

      Apoio integral ao teu ponto de vista! A justiça, os acordos, a resolução dos problemas essa é minha verdadeira causa! Chega de burocratizar e procrastinar… Eu acredito muito nisso! Obrigada pela brilhante complementação *-*

      Curtir

      • marcelogama disse:

        Eu acho que a sociedade precisa ter valores que estejam acima dos interesses pessoais, é assim que podemos nos unir e realmente reinventar o sentido de “comunidade”. Ajudando uns aos outros! Seu post me fez refletir muito sobre isso.

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s